PABX: (81) 3797.2517 – FAX: (xx81) 3797.2523 / Atendimento – FAX: (xx81) 3797.2514 / Diretoria

EXPEDIENTE:

Seg. a Qui.: 08h às 17h
Sex: 08h às 14h

Conselho em homenagem ao Dia do Médico Veterinário Militar

Foto: Ascom – CRMV/PE

O Médico Veterinário Marcelo Brasil, conselheiro titular do CRMV-PE, participou, na última quinta-feira (21), representando o presidente da instituição, o Dr. Marcelo Weinstein Teixeira, de uma formatura realizada pelo 4º Batalhão da Polícia do Exército de Pernambuco, o “Batalhão João Fernandes Vieira”, em homenagem ao Dia do Médico Veterinário Militar, comemorado nacionalmente em 17 de junho. A solenidade, presidida pelo Exmo. Sr. General de Divisão Luiz Antônio Duizit Brito, Comandante da 7ª Região Militar, ainda contou com a presença de veterinários e diversos comandantes de organizações militares.

A formatura presta uma homenagem ao patrono da data, o tenente-coronel médico João Muniz Barreto de Aragão, que prestou inestimáveis serviços à veterinária, ao exército e à nação brasileira, sendo dele os esforços iniciais para a formação dos primeiros quadros de veterinária do exército.

Foto: Reprodução / 4BPE

Após as primeiras homenagens, o General de Divisão Luiz Antônio Duizit Brito, em seu discurso, destacou a importância da atuação dos Médicos Veterinários dentro do Exército Brasileiro, já que são esses profissionais que garantem a biossegurança dos quartéis e das operações, atuam no controle das zoonoses e na preservação ambiental, além de estarem sempre zelando pela saúde e bem-estar dos animais que participam das missões militares e também das tropas, inspecionando a qualidade da água e dos alimentos consumidos, mostrando o quanto todas essas atividades estão atreladas e são importantes. Não há uma divisão definida entre saúde humana e animal, trata-se de saúde única.

Foto: Reprodução / 4BPE

Um trabalho fundamental, como o exercido pela 1ª tenente Renata Guariento, Médica Veterinária do Batalhão João Fernandes Vieira, que atua como chefe da seção de cães de guerra, realizando treinamento de faro, guarda e proteção com os cães para eles possam atuar nas atividades do exército.

“Sinto-me inspirado e fortalecido pelo entusiasmo demonstrado pelos Médicos Veterinários do Exército Brasileiro e também pelos resultados que esses profissionais vêm alcançando. Em nome do CRMV-PE, só podemos parabenizá-los e desejar ainda mais disposição rumo ao engrandecimento da Medicina Veterinária a serviço da nação”, diz o conselheiro Marcelo Brasil.

 

CRMV-PE se posiciona sobre a Lei nº 7.999/2018

O Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Pernambuco (CRMV-PE), presidido pelo Médico Veterinário Marcelo Weinstein Teixeira, vem a público declarar seu apoio ao CRMV-RJ ao ajudar a esclarecer a população sobre a Lei nº 7.999/2018 e seus reflexos na atuação da clínica médica veterinária de animais de companhia.

A lei em questão ganhou destaque na mídia ao tornar obrigatória a fixação de cartazes em todos os locais de atendimento veterinário, no âmbito do estado do Rio de Janeiro, informando o teor da Lei nº 6.208, de 16 de abril de 2012, que dispõe sobre a criação do Programa de Atendimento Veterinário Gratuito aos Animais Domésticos da População Carente do Estado do Rio de Janeiro. Para participar, o proprietário do animal doméstico somente deve comprovar renda familiar de até três salários mínimos.

Na Lei nº 6.208, ainda fica estabelecido que o atendimento não se restringirá somente às consultas, ficando os órgãos de controle de zoonoses, canis públicos e estabelecimentos oficiais responsáveis pelos atendimentos de cirurgias, incluindo as ortopédicas. A implantação do Programa em questão cabe à Secretaria de Defesa Civil em conjunto com as Prefeituras; já ao Poder Executivo, foi delegada a tarefa de celebrar convênios e/ou parcerias com entidades de proteção animal e outras organizações não governamentais, universidades, estabelecimentos veterinários, empresas públicas ou privadas e entidades de classe para a execução dos objetivos desta Lei.

Vale ressaltar que a Lei nº 6.208 foi sancionada há seis anos e somente agora, talvez por fins eleitoreiros, o atual governo sancionou a Lei nº 7.999/2018, como forma de se promover ao buscar crédito para o Programa de anos atrás.

Porém, o CRMV-PE destaca que o teor da Lei nº 7.999/18 não obriga o médico veterinário clínico de animais de companhia à prestação gratuita de seus serviços. Os estabelecimentos de atendimento veterinário devem somente tornar pública a informação de que o Governo, por meio de órgãos públicos, possui programa que prevê o atendimento gratuito a animais da população de baixa renda.

Caso haja qualquer imposição para que os profissionais dos serviços privados atendam de graça os animais do Programa, o sistema CRMV entrará com intervenções judiciais, adotando todas as medidas cabíveis, pois, os profissionais dos serviços privados têm muitas contas e taxas para pagar. Atendimento gratuito é um papel do estado, que arrecada impostos justamente para servir à sociedade.

Solenidade em homenagem ao Dia da Medicina Veterinária Militar

1º Tenente Camila Tochetto – Zoológico do Centro de Instrução Guerra na Selva (CIGS). Foto: Arquivo Pessoal

Como forma de celebrar o Dia da Medicina Veterinária Militar, comemorado nacionalmente em 17 de junho, o 4ª Batalhão da Polícia do Exército, o “Batalhão João Fernandes Vieira”, promove nesta quinta-feira (21), às 9h, uma solenidade comemorativa com formatura, no bairro do Curado. O Conselho Regional de Medicina Veterinária de Pernambuco (CRMV-PE) foi formalmente convidado para a cerimônia e será representado pelo Dr. Marcelo Brasil Machado, conselheiro titular da instituição.

Desde já, o CRMV-PE parabeniza os profissionais da Medicina Veterinária Militar por seu empenho, polivalência e competência em rotinas extremamente desafiadoras, com diversas atividades que demandam comprometimento, ética, obediência e trabalho em equipe.

Mais uma vez, parabéns!

Saiba mais sobre a Medicina Veterinária Militar

O médico veterinário militar se encarrega de garantir a biossegurança dos quarteis e das operações, atua no controle das zoonoses e na preservação ambiental. Também zela pela saúde e bem-estar dos animais que participam das missões militares e pelo controle de qualidade da água e dos alimentos consumidos pelas tropas.

O Exército Brasileiro conta com o reforço de cães, treinados para guarda e para a detecção de explosivos e agentes biológicos e químicos. E por isso faz-se necessária a presença do médico veterinário; profissional que também é responsável pelo manejo, reprodução e atendimento clínico-cirúrgico de equinos.

A atuação dos médicos veterinários militares na inspeção de alimentos também é essencial. O trabalho tem início na orientação para a aquisição de produtos de boa qualidade, inclui o desenvolvimento de técnicas de preservação de perecíveis e se estende até a instrução dos soldados responsáveis pela manipulação dos alimentos.

Os médicos veterinários militares brasileiros também integram diversas missões da Organização das Nações Unidas (ONU) pelo mundo e, graças a esses profissionais, as tropas brasileiras atuam em vantagem na luta contra zoonoses como a malária, a raiva e a leishmaniose.

 

Com informações do CFMV

*Na foto em miniatura que ilustra a matéria na home do site, o Major Alexandre de Paula, chefe da Seção de Cães de Guerra do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília (BPEB). Foto: Arquivo Pessoal

 

Solenidade do 17º aniversário da APMV é celebrado no CRMV-PE

O auditório do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Pernambuco (CRMV-PE) recebeu na noite da última sexta-feira (15), das 17h às 20h, a solenidade que celebrou o 17º aniversário de fundação da Academia Pernambucana de Medicina Veterinária (APMV), presidida pelo Dr. Pedro Marinho Neto.

Como de costume, a solenidade foi prestigiada por outras entidades representativas da Medicina Veterinária pernambucana, como a Spemve, Simevepe e o próprio CRMV-PE, representado por seu presidente, o Dr. Marcelo Teixeira, que também atua como acadêmico da APMV.

Confira mais fotos da solenidade na nossa fanpage.

Horário de funcionamento do CRMV-PE durante jogos do Brasil

Caros, não teremos expediente no CRMV-PE nesta sexta-feira (22) devido ao jogo do Brasil na Copa do Mundo, visto que a partida acontece durante a manhã e nas sextas o horário de funcionamento da instituição é das 8h às 14h.

Porém, como compensação, na sexta-feira seguinte, dia 29 de junho, o CRMV-PE funcionará em horário estendido, indo das 8h às 17h.

No dia 27/06, uma quarta-feira, quando acontece mais uma partida do Brasil, o expediente será encerrado às 13h.

Nos demais dias da semana, o funcionamento segue normal.

Nota de pesar – falecimento do Sr. Zé Barros

É com profunda tristeza que o CRMV-PE comunica a todos os amigos o falecimento do Sr. José de Araújo Costa, mais conhecido como Zé Barros, pai do nosso ilustre vice-presidente, Dr. Nivaldo de Azevedo Costa. Zé Barros, que atuou por anos como agricultor e vereador na cidade de Bom Conselho, tinha 88 anos e deixa sete filhos, netos e bisnetos.

O velório acontecerá hoje à noite e o sepultamento será realizado nesta terça-feira (12), às 9h, no Cemitério de Bom Conselho.

Aos familiares, amigos, admiradores e, principalmente, ao nosso vice-presidente, o CRMV-PE deseja muita força e luz neste momento difícil. Que a certeza de uma vida iluminada, produtiva e feliz abrande a dor da perda.

Nossos sentimentos!

Carteiras profissionais são entregues no CRMV-PE

Nesta segunda-feira (11), o CRMV-PE realizou mais uma solenidade de entrega de carteiras profissionais a novos Médicos Veterinários e Zootecnistas. A entrega foi conduzida pelo Dr. Marcelo Brasil Machado, conselheiro titular, que na oportunidade ainda falou sobre os caminhos da profissão!

Sejam bem-vindos, colegas!

CRMV-PE defende medidas que visam crescimento da zootecnia

O presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária de Pernambuco (CRMV-PE), Marcelo Teixeira, está no Rio do Janeiro participando da segunda Câmara Nacional do Conselho Federal (CFMV), que além da plenária do CFMV, conta com a presença de todos os Presidentes dos regionais. Marcelo aproveitou a oportunidade da plenária nacional para levantar questões bastante relevantes para o desenvolvimento da Medicina Veterinária e também da Zootecnia brasileira, segmento que está entre as prioridades desta gestão, sendo centro de ações voltadas para a aproximação, defesa e crescimento do setor.

Desta forma, um dos principais tópicos defendidos por Marcelo é a liberação federal para que Zootecnistas também possam atuar como Responsáveis Técnicos (RT) em empresas produtoras de abelhas e mel, o que seria uma grande conquista para a categoria.

Sistema sai em defesa da qualidade do ensino veterinário e zootécnico

Durante sua participação na segunda edição da Câmara Nacional do Conselho Federal (CFMV) que está sendo realizada no Rio de Janeiro, o presidente do CRMV-PE, o Dr Marcelo Teixeira, assinou, junto com todos os colegas, coletivamente, uma nota em defesa da qualidade do ensino da Medicina Veterinária e da Zootecnia. No documento, os presidentes expressam a profunda preocupação quanto a eficiência do ensino das profissões na modalidade EAD, ou seja, ensino à distância.

De acordo com os presidentes, ambas as profissões precisam de formação técnica e prática, sendo obrigatório que as instituições de ensino superior vinculadas ao exercício da Medicina Veterinária e da Zootecnia ministrem seus conteúdos nesse formato. Principalmente em áreas como saúde animal, clínica médica e cirúrgica, medicina veterinária preventiva, saúde pública, zootecnia, produção animal, inspeção, tecnologia de produtos de origem animal e nutrição animal. De acordo com o documento assinado coletivamente, todas essas disciplinas devem ser ministradas exclusivamente sob a modalidade presencial.

Paralelamente à questão dos conteúdos teóricos e práticos, o estágio curricular é outro ponto que precisa ser debatido, pois, turmas em EAD inviabilizam estágios com supervisão acadêmica e de campo articuladas. Sobre esse impasse, os presidentes ressaltam que a supervisão e a orientação para os estudantes são habilidades diretamente relacionadas com o perfeito cuidado dos animais e seus produtos, sendo necessária a atenção de um tutor.

“No papel de órgão de orientação, fiscalização e regulamentação profissional, que apoia e dá suporte à formação de excelência dos profissionais, além de defender os interesses da classe e da sociedade nos assuntos relativos à Medicina Veterinária e Zootecnia, o sistema CFMV/CRMVs está em total desacordo com a homologação dos cursos nessa modalidade, prevendo que os profissionais egressos não estarão devidamente preparados para a prática dessas profissões que lidam, de diversas formas, com a saúde pública”, explica Marcelo Teixeira.

Assim, em defesa da qualidade do ensino, o documento assinado coletivamente será entregue nas mãos do Ministro de Estado da Educação, Rossieli Soares da Silva, solicitando a não autorização de cursos de Medicina Veterinária e Zootecnia na modalidade EAD.

Atenção para o funcionamento do CRMV-PE nesta quinta e sexta

Atenção,

Devido ao feriado de Corpus Christi e às consequências do movimento grevista dos caminhoneiros, o CRMV-PE não terá expediente nesta quinta (31) e sexta-feira (1º).

O atendimento ao público retorna, normalizado, na segunda-feira (4).